S.C.S. 08 - 0 x A.A. S.PEDRO RATES - 0 : 6.ª Jornada

GR - 24 - Freitas
DD - 2 - Passos
DC - 3 - Eládio (Capitão)
DC - 4 - Zé Maia
DE - 5 - Moreira
MC - 6 - Monteiro
MC - 7 - Fábio
AC - 8 - Pedrinho
MD - 9 - Gonçalo
AC - 10 - Quim Simões
ME - 11 - Carminé

Treinador: Pedro Reis

Golos:

Subs:
40' 15 - Artur por 9 - Gonçalo
58' 16 - Fernando Almeida por 8 - Pedrinho
65' 18 - Alex por 7 - Fábio

Suplentes não utilizados: Rui Alves, César, Samuel, Bessa

Bela tarde de sol que levou muita gente a ir ao Estádio do Padroense para assistir a mais um jogo do Salgueiros 08 na ressaca dos primeiros pontos perdidos no campeonato.
No onze inicial apenas se verificou uma alteração com Pedro Freitas a assumir a titularidade na baliza. De resto tudo na mesma com a equipa a entrar com os mesmos homens e com o esquema 4-4-2 que tem vindo a ser utilizado em todos os jogos.
O Salgueiros 08 entrou a tentar mandar no jogo e, nos primeiros 15', procurou exercer alguma pressão sobre o extremo reduto defensivo do S. Pedro de Rates. O adversário, desde cedo, demonstrou boa organização defensiva e excelente ocupação de espaços o que iria criar grandes dificuldades.
A melhor oportunidade neste período, surgiu quando eram decorridos 10’, na sequência de um lançamento longo de Moreira na esquerda, a que Quim Simões deu seguimento, entrando na grande área e chutando por cima quando estava em boa posição para marcar.
O S. Pedro de Rates chega à baliza do Salgueiros pela primeira vez na marcação um livre à entrada da área, a castigar falta de Fábio, mas ao qual Pedro Freitas correspondeu com uma defesa fácil e segura.
A equipa visitante ia ganhando confiança e aumentava a pressão sobre o meio campo Salgueirista que não conseguia manter a posse de bola por muito tempo. Face à pressão alta do adversário e à falta de tempo para pensar, a defesa e meio campo do Salgueiros recorria quase sempre a lançamentos longos para Quim Simões, muito sozinho entre os centrais, e para as alas onde estavam Carminé e Gonçalo.
Os visitantes, apesar da pressão, não criavam perigo de bola corrida e recorriam sobretudo à marcação de bolas paradas para causar alguns calafrios ao extremo reduto Salgueirista.
Aos 17’, em nova jogada pela esquerda, Quim Simões volta a rematar com muito perigo e desta vez ao alvo, mas o guarda-redes do S. Pedro de Rates correspondeu com uma boa defesa. Na sequência de um canto, dois minutos depois, Monteiro consegue parar a bola de peito no centro da área e rematar ligeiramente ao lado do poste.
Como o jogo decorria mais no meio campo do Salgueiros, sucediam-se livres laterais e frontais em que o S. Pedro de Rates aproveitava para chegar à baliza do Salgueiros. Aos 23’ livre frontal a passar por cima e aos 30’ em livre sobre a lateral direita, na jogada em que estiveram mais perto do golo - a bola foi enviada ao segundo poste, onde o homem do S. Pedro de Rates cabeceou à vontade levando-a a embater no poste. No ressalto, o defesa Salgueirista tenta aliviar e, na bola dividida, é marcado livre indirecto dentro da área.
Com toda a defesa em cima da linha de golo (a trazer inevitavelmente à memória o golo sofrido no jogo anterior), a bola é enviada para o centro da grande área e coube a Passos, numa autêntica saída à guarda-redes, desviar o remate com o corpo para canto.
O Salgueiros tentava reagir e, sem conseguir um domínio absoluto do jogo, ia criando algumas oportunidades, nomeadamente: aos 30’ com Gonçalo a aproveitar uma bola que sobrou para a entrada da área e a rematar, sendo contudo o remate desviado para canto por um defesa; aos 35’ com o inevitável Quim Simões, depois de centro de Carminé da direita a cabecear por cima quando se encontrava em boa posição; finalmente em livre sobre a direita de Carminé que, em vez de centrar como toda a gente esperava, rematou pelo lado da barreira a obrigou o guarda-redes a defesa apertada.
Aos 40’, Pedro Reis tenta mudar o rumo das coisas e troca Gonçalo por Artur.
A primeira parte terminava com a única jogada do S. Pedro de Rates de bola corrida que causou algum perigo, com o avançado a entrar pela direita e a rematar às malhas laterais.

O segundo tempo começou bem para os da casa e dava a ideia que o jogo iria mudar. O Salgueiros entrou a pressionar e criou algumas boas jogadas que poderiam ter dado golo.
Logo aos 48’ combinação entre Artur e Pedrinho no meio campo, com este último a fazer uma grande abertura para a direita e Quim Simões a rematar rasteiro e cruzado com a bola a sair ligeiramente ao lado.
Aos 51’ foi Artur quem rematou com perigo no centro da área, depois de jogada de insistência na sequência de centro da esquerda, mas a bola foi aliviada e, logo de seguida, aos 54’ após combinação pela direita entre Pedrinho e Passos foi Fábio a concluir num remate ao lado.
Foi, todavia, Sol de pouca dura p,ois o S. Pedro de Rates voltou a organizar-se e a retomar a pressão alta que tanto tinha dificultado a manobra do Salgueiros na 1.ª parte. Para tentar ganhar força no ataque, aos 58’ Pedro Reis lança Fernando Almeida em troca por Pedrinho mas as melhorias não foram imediatas.
Num lance de desconcentração da defesa que ficou parada a protestar com o árbitro, o S. Pedro de Rates ameaçou a baliza do Salgueiros pela primeira vez, com o lançamento lateral a ser efectuado rapidamente e a isolar o avançado que rematou por cima.
Aos 65’ troca de Alex por Fábio, com consequente recuo de Fernando Almeida para o meio-campo que começou a jogar mais apoiado. Num canto de Artur aos 69’, Monteiro cabeceia bem mas a bola passa ligeiramente ao lado e aos 72’ Monteiro lança Moreira na esquerda que chutou cruzado mas por cima da baliza.
Antes do final, mais duas boas jogadas de Artur pela esquerda podiam ter acabado em golo; aos 74’ numa arrancada em que consegue isolar Quim Simões mas este, em boa posição, faz um autêntico passe à figura do guarda-redes e aos 77’, após duas grandes fintas, a servir novamente Quim Simões no interior da área que assistiu Carminé para um remate novamente fraco e de defesa fácil.
Eram as últimas oportunidades do Salgueiros que a partir desse momento não conseguiu criar perigo. O S. Pedro de Rates ia acreditando que podia manter o empate e até chegar mais longe e no final do jogo acabou por dispor das duas melhores oportunidades de golo.
A primeira aos 83’, num centro da esquerda com um remate a ser inicialmente bem defendido por Pedro Freitas e a originar, no ressalto, várias tentativas de remate na zona frontal da baliza do Salgueiros, o último dos quais a ser cortado em cima da linha por Eládio. A segunda acontece já em período de descontos, em novo livre lateral à entrada da área do Salgueiros. o centro é correspondido com um excelente cabeceamento que Pedro Freitas consegue apenas desviar, numa grande defesa, e, na recarga, o cabeceamento sai a rasar a barra.
O jogo terminava com um empate que acaba por ser justo. O Salgueiros procurou o golo desde o primeiro minuto e, não jogando bem, dispôs de algumas oportunidades claras em que falhou na finalização. Teve pela frente uma equipa muito bem organizada que, apesar da classificação enganadora, soube defender o empate e acabou por dispor das melhores oportunidades no final do encontro.
17 Respostas
  1. Paulo_74 Says:

    É presido ter calma já se fizeram comentários e acusações que não deviam ser feitas.
    Aqui ninguém é mais Salgueirista que ninguém é todos iguais e todos sofremos o mesmo pelo Salgueiros.
    Só uma coisa foi dita com verdade, temos que nos juntar e meter de sócios e incentivar mais a meterem-se de sócios, porque isto tudo tem custos e só com a ajuda de todos é que o projecto se pode consolidar.


  2. damas73 Says:

    vamos com calma,como disse na semana passada as contas fazemo-las no final como na epoca passada.
    é certo que nao jogamos bem ate nao compreendo certas opcoes(so um avançado parece que entramos a medo e nos nao podemos ter medo e entrar sempre a mandar no jogo porque nos nao jogamos sozinhos mas temos que nos assumir como candidatos desde o principio)mas temos que respeitar as opçoes do treinador mesmo nao concordando com elas porque as escolhas sao feitas com o trabalho semanal e nao so com os jogos
    nunca podemos desistir domingo temos que dar mais força a equipa para recuperar estes pontos perdidos
    O SALGUEIROS SOMOS NÓS...TODOS
    JUNTOS VAMOS CONSEGUIR
    scs 08nº247


  3. ZOMBIE 85 Says:

    Boas
    Alguém sabe como se vai de autocarro ou camioneta para o Perosinho?


  4. Caros Salgueiristas,

    Já pensaram que há 2 anos não podiamos discutir sobre os jogos? não havia jogos... Lembram-se do começo do ano passado? 2 derrotas ... e fomos campeões... é preciso ter calma e continuarmos unidos em torno da equipa, treinador e dirigentes.

    Sei que no caqlor do jogo, por vezes a frustação leva-nos a dizer coisas, mas a equipa precisa da união dos adeptos e sócios e do apoio principalmente nos momentos menos bons. Apesar de tudo ainda não perdemos e ainda não vi nenhuma equipa claramente superior... os jogadores são muito novos, precisam de tempo e principalmente da ajuda de todos nós.

    Vamos mostrar a alma que nos distingue dos outros, apoiando sempre a equipa.

    Eduardo Silva
    Sócio SCS: 662
    Sócio SCS08: 60


  5. spotink Says:

    eu so nao percebo como é possivel uma equipa que fui campea o ano passado e este ano fui destruida.mas os jogadores estam la quase todos.dou o exemplo do figueiredo,do rochinha,rui lima(lesionado),ruben!!
    o caso mais flagrante e o do ruben um jogador muito influente o ano passado e este ano nem convocado.sera que ja nao servem!!Ter um jogador como o toze no banco a fazer pouco mais que 15 a 20minutos por jogo nao se comprende!
    Isto nao sao criticas.mas nao se percebe.
    filipe truta
    scs08:139
    scs:1995


  6. André Says:

    boas eduardo! o jogo se for no campo do perosinho, tens de ir nas camionetas que vao para os carvalhos,pke o campo fica la a beira


  7. André, eu, Eduardo, não perguntei nada como se ia para o campo do perosinho, mas obrigado pela informação.

    Caro Filipe Truta, como é obvio eu também nao sei o que se passa com esses jogadores que no ano passado eram titulares mas concerteza que o Pedro Reis sabe, é ele que os treina, e uma coisa acho que posso afirmar, ele não iria deixar de por a jogar quem estivesse em melhor forma só por birra, deve haver outros condicionalismos, disponibilidade de ir aos treinos ou aos jogos que todos nós desconhecemos. Ninguem se esqueça que estamos a falar de amadores que têm os seus empregos e o futebol é um hobby e como tal podem até por razões profissinonais nao estarem na melhor forma.

    Se calhar até podemos pensar que sendo os mais novos provavelmente estudantes ou até ainda sem emprego terem mais disponibilidade para irem aos treinos e por isso apresentarem mais garantias quanto à condição fisica, e por isso serem os escolhidos.

    É preciso "descer à terra" não estamos em nehum campeonato profissional, e temos que contar com a boa vontade e disponibilidade de todos, jogadores, equipa técnica e directores.


    Eduardo Silva
    Socio SCS 662
    Socio SCS08 60


  8. eu so queria uma informaçao nesta divisao ainda sao permitidos pelados?
    é que eu n sei se o perosinho é, pela imgaem do zerozero é um pelado mas a estrutura do campo é um estadio


  9. The_Val Says:

    Pelo que sei, são permitidos pelados mas passam a haver medidas minimas, acabando-se assim com a utilização de quintais como o campo do Cruz e afins.


  10. Andre Says:

    pessoal domingo é mais uma invasão a Gaia,só no fim é k se fazem as contas,vamos apoiar a equipa ate ao fim... a época passada por esta altura tinhamos 12 pontos e terminamos em 1o,este ano temos 14... temos d estar presentes sempre pra podermos derrotar todos os clubes principalmente os de matosinhos k tão a ser levados ao colo.
    PRISIONEIROS DE UMA FE
    ORGULHOSAMENTE BAIRRISTAS
    POR TI SOU DOENTE
    SALGUEIROS SEMPRE
    Carlos Gomes (ZeKa)
    socio scs 3800
    socio scs 08 226
    ja agora PARABENS aos INICIADOS
    excelente campeonato,vamos em 1o e temos equipas como FCP,LSC,BFC


  11. spotink Says:

    caro eduardo silva

    Apesar de ter razao em relaçao aos jogadores serem amadores o ano passado tambem o eram.
    Na minha opniao (cada um tem a sua) .como eu vou ver os jogos ao vivo e nao é por blog(nada contra o blog muito pelo contrario)vejo uma equipa que tem um plantel muito superior ao do ano passado e isso nao se ve em campo.
    reparem neste ponto,so faz parte do 11 inicial 4 ou 5 jogadores do ano passado de resto sao ex-juniores que n tem experiencia.Acho muito bem a politica de apostar na formação,mas tem que ser aos poucos.porque o salgueiros tem plantel para ir integrando os "miudos" aos poucos.


  12. O campo do perosinho é sintectico. É verdade que na imagem do zerozero o campo aparece pelado, mas sei que é sintectico porque quando fomos jogar a povoa o meu tio enganou-se no caminho e fomos para o estadio municipal onde jogava o s.p.rates contra o perosinho e tivemos a conversa com um jogador do perosiho que nos disse que o campo deles tinha tado em obras para por sintectico e que agora estava ali um campo muito bom. Ele disse tambem que tavam a espera que os Salgueiristas comparecessem em grande numero para os ajudar :D

    Por isso parece que vamos ter um bom palco para o proximo jogo do nosso SALGUEIROS

    SALGUEIROS PARA SEMPRE


  13. André Says:

    tens razao.as informaçoes nao eram para ti:D
    alguem sabe se o clube vai por camionetas??


  14. Chuck Norris Says:

    Com o devido respeito pelos jogadores citados, dos dois ultimos jogos fiquei com a seguinte impressão, penso que o Fábio que joga apresenta ter para já nesta fase inicial uma capacidade de passe um pouco baixa e uma velocidade de execuçao igualmente baixa o que o leva muitas vezes a não participar na troca de bola da equipa e a "matar" muitos ataques da equipa quando nela participa, acredito que possa melhorar com o tempo e com treino.

    Do Pedrinho fico com a ideia que é um caso semelhante ao do Aimar do Quique, que jogando como 2º avançado rende muito menos do que renderia se jogasse em terrenos mais recuados com bola no pé. Falta ainda alguem que pense um pouco mais o jogo da equipa,Pedrinho, F. Almeida ou Rui Lima podem ajudar se lhes atribuidas essas funções.


  15. RF3 Says:

    A situacao do pedrinho como eu aqui ja tinha dito, e a que mais me causa estranhesa, ele teem grandes pes, joga e faz jogar, mas nao e na frente recuem o rapaz ai uns 5 ou 6 metros no terreno, ele faz passes fantasticos.

    SO uma GRANDE coriusidade, qual e a lesao do rui lima?? e que ja esta a muito tempo sem jogar,se contarmos com a pre epoca


  16. gluis70 Says:

    E bom lembrar que qpesar de não ter sido um jogo muito bem conseguido froi a primeira vez esta epoca que nao sofremos golos num jogo.As vitorias tambem se constroem assim e na epoca passada estavamos bem pior e nas anteriores so podiamos ver as camadas jovens.....Deixem de criticar e apoiem sempre(por vezes e dificil).
    Saudações salgueiristas


  17. camapaco Says:

    Depois de ter residido na freguesia do Bonfim, de ter feito o meu 1º percurso escolar na mesma freguesia, com 10 anos de idade, acompanhando a familia, fui viver para António Aroso, mesmo junto ao actual parque da CIDADE DO PORTO PARA TODOS.



    Entre o Campo do FCFoz Campo da Ervilha e o Bairro António Aroso dividia-se sómente o tempo de atravessar a AV da Boavista, subir uma ladeira, entrar no Largo de Nevogilde e logo aí num salto de vitória, tinhamos o campo bem guardado pelo saudoso Sr. Lui´s que para além de morador, era zelador e vendedor de bebidas no Bufet que refrescava as gargantas dos mais sediosos. Pode-se dizer que estava mais gente a refrescar o jogo do que a vê-lo.



    Depois de eu ter terminado a ninha carreira no futebol: - juvenis, júniores e séniores no Salgueiros, de ter passado pelo Lourosa, Belenenses e Penafiel e porque para além de dever ao FCFOZ o facto de ter deixado sem incomódos que a rapaziada do Aroso, disputasse alguns jogos de 7 com a rapaziada de Gomes da Costa, Vilarinha, Fonte da Moura etc e porque a minha amizade e gratidão com o Senhor Monteiro da Casa Monteiro na Foz e por ter tido a feliz oportunidade de ter conhecido o Professor João Mota, acedi que me fizessem jogador Amador deste honrado e nobre clube desta Foz que nunca desagua, sem passar pela poesia do encontro do Douro com as Palmeiras.



    Passado algum tempo, dei os meus serviços como treinador(Autorizado) primeiro aos Júniores, na época de 1973 e é por isso que esta foto faz sentido, já que nas fileiras desta equipa subressaía um jogador que mais tarde foi para o Boavista na era Pedroto sendo titular e, enveredando mais tarde no meu Salgueiros.

    O Seu nome é: JORGINHO , poderoso pé esquerdo e inteligência na leitura de espaços com passes tão preciosos como se estivesse a utilizar régua e esquadro.



    A carreira do JORGINHO no clube da minha ALma Salgueirista nunca passou despercebida aos Salgueiristas e em particular a mim. Pena que este HOMEM TAMBÉM SALGUEIRISTA, sofresse do sindroma da linhagem dos amigos de Linhares.



    UM ABRAÇO AO FOZ POR TER PRODUZIDO UM HOMEM. UM ABRAÇO AO PROF. JOÃO MOTA POR O TER LEVADO PARA O BOAVISTA E UM ABRAÇO AO JORGINHO POR TER SIDO UM IDOLO NO CLUBE DA MINHA ALMA: O SALGUEIROS. (Na foto o Jorginho é o 2º ajoelhado da esqº para a direita junto á bola que não era nem Nike nem Adidas)



    A foto pode ser vista em.
    http://unidosaosalgueiros.blgspot.com/


Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.


  • PRóXIMO JOGO

    SCS08 x NOGUEIRENSE
    SAB., 15 FEV. 15:00
    EST. PADROENSE



    COMENTÁRIOS

    ETIQUETAS