G.D. ÁGUAS SANTAS - 0 x S.C.S. 08 - 3 - 22.ª Jornada
II Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto
15:00h, 22 de Fevereiro de 2009
Campo G.D. Águas Santas

GR - 12 - Miguel
DD - 2 - Olavo
DC - 3 - Renato
DC - 4 - Figueiredo
DE - 5 - Rochinha
MC - 6 - Fernando Almeida
MD - 7 - Carvalho
MC - 8 - Rúben  (Capitão)
AC - 9 - Heitor
MC - 10 - Rui Lima
ME - 11 - Carminé

Treinador: Pedro Reis

Subs:
63' 15 - Passos por 5 - Rochinha 
81' 16 - Miguel Pereira por 11 - Carminé
85' 18 - Alex por 9 - Heitor

Golos:
42' F. Almeida (grande penalidade)
47' Heitor
90'+1 Rúben

Suplentes não utilizados: Igor, Almeida, Pedro Teixeira, Fábio

Jogo em tarde linda de Sol, com óptimo ambiente na bancada cheia do campo do Águas Santas. Os anfitriões permitiram a convivência dos adeptos de ambas equipas no mesmo espaço, o que permitiu aos salgueiristas assistirem ao jogo com óptimo conforto, o que naturalmente se saúda. Os adeptos responderam bem a essa atitude e todo o jogo decorreu sem qualquer tipo de picardia, com um convívio saudável entre adeptos.
O campo como já se sabia será um dos melhores pelados da divisão, com bom piso e óptimas dimensões, pelo que se adivinhava um jogo agradável.
As ausências obrigaram a alguma criatividade de Pedro Reis, que aproveitou as boas indicações dadas por Fernando Almeida nos últimos dois jogos, acabando por utilizá-lo na posição mais recuada no meio campo, para suprir as faltas de Monteiro, Cao e Mário. Rúben iniciava a médio centro mais ofensivo e alinharam também de início Carminé e Carvalho, o que no papel seria um dos onzes mais ofensivos da época.
Para tirar o assunto do caminho, a arbitragem do jogo foi má. Muitos foras de jogo duvidosos sempre assinalados, lei da vantagem a despropósito a maior parte das vezes, muitos pequenos toques que dispensavam apito, uma expulsão sem sentido e um golo mal anulado… Pouco critério e muita confusão.
O jogo iniciou no mesmo ritmo que o jogo da primeira volta. Um Águas Santas desinibido, com jogadores tecnicistas e boa organização a meio campo. Logo aos 3’  um canto do lado direito deu a Jonhy uma oportunidade de remate sem oposição dentro da área, que este desperdiçou com um remate por cima.
Os primeiros 15 minutos mostravam um Salgueiros com dificuldades no meio campo. Rui Lima e F. Almeida acabavam quase sempre lado a lado e muito distantes dos 4 da frente. Não só falhava a ligação com a frente como a equipa sentia muita dificuldade em sair com a bola. O Águas Santas conseguia defender bastante subido e o Salgueiros falhava muitos passes na construção inicial de jogo. Destaque para os alas do A. Santas especialmente o ala-direito ‘23’, muito mexido durante todo o jogo.
Aos 19’ a primeira situação de dúvida, com Rúben a entrar na área, tabelando com Carvalho que ao tentar devolver, envia a bola à mão do defesa... ficou a sensação de ser um lance casual de bola na mão, apesar de cortar uma jogada de muito perigo. A única outra oportunidade do Salgueiros na primeira parte surgiu aos 24’, após cruzamento na esquerda de Rúben e alguma confusão entre F. Almeida e Carvalho, com este último a rematar a rasar o poste.
Durante toda a primeira parte o A. Santas rondou a baliza de Miguel, mas ironicamente este terminou o jogo sem fazer uma defesa. Aos 28’ tiveram uma óptima oportunidade com 2 jogadores contra Figueiredo, mas o avançado centro ‘19’ perdeu imenso tempo a ‘ajeitar’ e terminou sem conseguir finalizar.
A três minutos do intervalo o Salgueiros passava para a frente no marcador, com grande penalidade de F. Almeida, na sequência de um derrube de Rúben na área, que conseguiu afastar a bola do defesa no último instante, levando este a um toque desnecessário. Diga-se que antes de Rúben receber a bola, ficou na bancada toda a ideia da existência de uma falta de Figueiredo sobre um jogador do Águas Santas. O árbitro mesmo em cima do lance considerou simulação e mandou seguir a jogada.
No minuto 45’, a oportunidade mais flagrante do Águas Santas, de novo com o avançado centro a desperdiçar num remate acrobático após canto na direita, quando estava totalmente sem oposição.
Chegava o intervalo com o Salgueiros com felicidade na frente do marcador, tendo o Águas Santas um jogo bastante mais conseguido, organizado e perigoso.
A segunda parte começou numa toada totalmente diferente. O Salgueiros veio muito menos amorfo e mais mexido, conseguindo logo aos 46’ um bom remate por Carminé, a que Gomes respondeu com óptima defesa. Sucederam-se dois cantos sendo que no segundo, após desvio de um defesa ao primeiro poste, Heitor de cabeça marcou o 2.º golo.
O Salgueiros motivou-se e o seu jogo soltou-se, tendo a sua melhor jogada aos 53’, com Carvalho a ganhar a linha pela esquerda, cruzar rasteiro, Rúben simulou e deixou passar para Heitor que na cara de Gomes, atirou à figura para uma boa defesa do ‘keeper’ do Águas Santas.
O jogo terminou efectivamente aos 57’, após um segundo amarelo a um defesa, após pretensa falta sobre Carvalho que deixou toda a sensação de não existir, sendo Carvalho a provocar o contacto atravessando-se na frente do defesa.
Depois foi tempo de rodar jogadores, sendo que o Águas Santas deixou de conseguir chegar ao último terço do Salgueiros, que por sua vezes mostrou desinspiração para criar futebol agradável, mesmo jogando em superioridade numérica.
Houve tempo para Passos regressar à competição após lesão e para a estreia de Miguel Pereira que se saúda.
Aos 72’ outra situação inexplicável na arbitragem: após um passe comprido Heitor divide o lance com um defesa e com o guarda-redes contrário que saiu fora da área. Depois de ganhar o ressalto atirou para a baliza deserta. Como é impossível ter sido assinalado fora de jogo (presume-se), imagina-se que tenha assinalado mão de Heitor, o que definitivamente não aconteceu (Heitor até estava de costas quando a bola lhe tocou no corpo).
Aos 82’ novo golo anulado a Heitor que confirmou em cima da linha de golo uma cabeçada de Rúben que Gomes defendeu em primeira instância. Dada a proximidade de Heitor da baliza é provável que tenha sido uma boa decisão do árbitro.
Já nos descontos e com Heitor já substituído, Rúben teve oportunidade de tentar um livre directo em zona frontal. Conseguiu o 0-3, após desvio na barreira que enganou Gomes. Seguiu-se o habitual acariciar do emblema e desta vez uma respeitosa vénia à Alma Salgueirista.
O Salgueiros 08 esteve longe das tardes mais inspiradas e salva-se acima de tudo o resultado, pesado para a primeira parte que o Águas Santas jogou. A equipa da casa tem que se queixar só de si própria pela ineficácia atacante, que facilmente se comprova pela tarde sem trabalho do guarda-redes Miguel, apesar do volume de jogo que a equipa da casa produziu com bastante qualidade.
Dos outros campos chegaram notícias que só podem motivar a equipa, que receberá o Pasteleira já com Monteiro disponível, o que possibilitará retomar a organização mais habitual e dar mais consistência ao meio campo. São 7 finais que se seguem, partindo de um 2.º lugar na tabela classificativa, agora de novo na frente do Pedroso com o mesmo número de jogos.
13 Respostas
  1. Break Says:

    ESCANDALOSO!!
    São as palavras que melhor encontro para definir a arbitragem deste encontro.
    Numa primeira parte muito má do salgueiros, que não efectuou um unico remate perigoso à baliza do Aguas Santas, foram estes que dominaram por completo o encontro, com os seus avançados a falharem 5 ou 6 oportunidades claras de jogo.O jogo fica resolvido no final da 1ªparte quando o arbitro não vê uma falta clarissima no meio campo sobre um jogador do aguas santas, que origina um contra ataque em que o jogador do salgueiros sofre uma carga de ombro legal, mas q o arbitro decide assinalar penalti.E assim se faz a historia do jogo já q daqui para a frente o Aguas Santas foi-se abaixo.Para terminar com as duvidas, já na 2ªparte uma expulsão inacreditavel de um jogador do Aguas Santas, que nem sequer toca no jogador do Salgueiros.
    A arbitragem ao seu melhor nivel.....


  2. IRRIDUCIBILI Says:

    Uma letrinha para o nosso melhor marcado e que hoje mais uma vez, fez o gosto ao pé.

    Ele é o Heitor, o nosso Heitor, número nove, de cor vermelha, faz um golo para a alma inteira..Ele é o Heitor, o Nosso Heitor!!!


  3. Gomez_25 Says:

    Boas!
    Mas que bela tarde, espectáculo repartido (1ª parte do Águas Santas e 2ª do Salgueiros) e um grande ambiente fora das 4 linhas.
    Acho que o que se passou no jogo está muito bem descrito pelo "amigo" Luís (salvo erro), por isso não tenho muito a dizer, só a emendar e dizer que o golo do Heitor foi com o pé e não com a cabeça!
    Também queria aproveitar para agradecer o "carinho" da Alma Salgueirista e adeptos que deram palavras de incentivo, muito obrigado!
    Vamos tentar devolver esse "carinho" com uma vitória no próximo domingo frente a um vosso rival.

    Volto a salientar a excelente moldura humana que esteve no campo, ESPECTACULAR!!!
    Devia de ser todos os jogos assim, mas infelizmente só o Salgueiros consegue movimentar assim uma multidão, parabéns!

    Cumprimentos do keeper!


  4. Mircado Says:

    5 ou 6 oportunidades claras de golo lol é o que dá venderem super bock nos campos da bola ahaha


  5. Mircado Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  6. Paulo_74 Says:

    O Break ate podes ter razao no lance que da origem ao penalty,mas antes desse ha um penalty claro devido a um corte com o braço dentro da area do Aguas Santas que o arbitro na marcou.
    A nivel de arbitragem foi mau para os dois lados..


  7. Paulo_74 Says:

    Atençao podes ter razao pelo inicio da jogada,porque penalty é,akilo na foi carga de ombro foi mesmo empurrado...


  8. lfg Says:

    Parabens pelo jogo Gomes, mesmo com camisola emprestada foste bem identificado.

    "Acho que o que se passou no jogo está muito bem descrito pelo "amigo" Luís (salvo erro), por isso não tenho muito a dizer, só a emendar e dizer que o golo do Heitor foi com o pé e não com a cabeça!"
    tenho aqui o video - foi absolutamente com a cabeça - pode dizer-se portante que 'nem a viste' ;)


  9. Jornada muito boa para nós, um jogo pouco conseguida da nossa equipa mas conseguimos o mais importante: a VITÓRIA, beneficiando com a perda de pontos ddos nossos concorrentes directos.

    Gostava de dizer mais uma coisa: há individuos que se dizem salgueiristas que deviam ficar em casa e ter vergonha na cara, porque o que vi hoje é lamentavel. Durante alguns lances insultar os nossos jogadores??mas o que é isto??insultos tipo "faz isto" oh filho da ****, "faz aquilo" oh c*****

    Se são portistas, ou benfiquistas insultem os vossos jogadores e nao venham insultar os nossos HERÓIS...por isso é que nao gosto muito dos ditos "simpatizantes", claro que nem todos so assim mas pronto..

    FORÇA SALGUEIROS


  10. Boygenius Says:

    Que belo dia para o futebol!!!

    Um jogo difícil por mérito do Águas Santas que soube complicar a forma do Salgueiros Jogar. Sinceros parabéns ao Águas Santas!!

    Mais 3 pontinhos rumo ao 1º Lugar!!!!


    Ricardo_SALGUEIROS, o problema foi da Super Bock!!!! :)))))


  11. Francisco Says:

    Boa noite

    Queria dar os meus parabéns ao Gomez-25 pelo seu despotivismo e ao mesmo tempo reprovar a atitude do seu colega de equipa e seu suplente pela atitude provocatória no final do jogo fazendo gestos indicando que estavamos a ser levados ao colo.
    Para ele e para o Break que pelos vistos não sabem ver futebol e devem ter ficado com muita azia aqui deixo o meu comentário sobre o jogo.
    Estámos todos de acordo que a arbitragem foi muito má,mas o grande prejudicado foi o Salgueiros,senão vejamos, 2 pénaltis por assinalar, 1 por corte claro com o braço e outro por falta assinalada fora da área sobre o Passos que estava claramente dentro da mesma.
    O pénalti marcado a nosso favor é clarissimo como a água, o Ruben foi autenticamente abalroado,se o do Lisandro contra o Benfica é pénalti este dava no minimo 2 dias de prisão ao faltoso, tal foi a intensidade do empurrão.
    Anulados dois golos limpinhos,2 das pretensas oportunidades de golo do Aguas santas nasceram de faltas não assinaldas a favor do salgueiros e que resultaram em contra-ataques.
    A expulsão naquele lance poderá ser forçada,mas vejam a quantidade de faltas que esse jogador fez.

    O Break diz 5 a 6 oportunidades e o jogo ficava decidido, mesmo que as houvesse,isso não quer dizer 5 ou 6 golos , quer dizer que tiveram 5 ou 6 oportunidades para fazer 1 golo,porque se marcassem a primeira o jogo já era diferente e se calhar já não tinham mais nenhuma e em vez de levar 3 levavam 6.

    Isto realmente é irónico e deve afectar os GR já o do Cart diz o mesmo , somos levados ao colo mas nunca chegamos ao primeiro lugar,portanto não deve ser colo mas sim colinho.

    Cumprimentos Francisco Leite


  12. Paulo_74 Says:

    Basta ir ver os comentarios ao zerozero.pt,um anormal do Lusitanos que contra nos levaram 4-0 e nem agua beberam andou la a dizer que foram roubados e tal e que foi uma vergonha;agora contra o Cruz perderam 2-1 e vem dizer que embora o arbitro tivesse roubado um penalty no ultimo minuto o resultado foi justao e o arbitro nao teve influencia no mesmo...lolololololo


  13. SCSsempre Says:

    Eu nao entendo, como e que dizem que somos levados ao colo, eu vi um arbitro açelha para os 2s lados, ouve 1º um penalti que o jogador do Aguas deu mao, por isso...

    E o pior e que dizem sempre que somos beneficiados em jogos que damos 3 e 4 , e preciso ter lata !

    E agora veem dizer que tiveram 5 ou 6 lances que matavam o jogo, nao sei se joga a bola mas deve ser um ponta de lança letal, teem 5/6 opurtunidades e mata o jogo....

    Como e habitual nestas equipas mais " fraquinhas" a 1ºparte aguentam-se nas pernas , chega ao intervalo arrefecem e la se vai o gas todo !


Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.


  • PRóXIMO JOGO

    SCS08 x NOGUEIRENSE
    SAB., 15 FEV. 15:00
    EST. PADROENSE



    COMENTÁRIOS

    ETIQUETAS