F.C. RAMALDENSE - 0 x S.C.S. 08 - 5 - 18.ª Jornada
II Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto
15:00h, 25 de Janeiro de 2009
Estádio do Bessa

GR - 1 - Igor
DD - 2 - Passos
DC - 3 - Renato
DC - 4 - Figueiredo
DE - 5 - Rochinha
MC - 6 - Monteiro (Capitão)
MC - 7 - Rúben
MC - 8 - Rui Lima
AC - 9 - Heitor
MD - 10 - Fernando Almeida
ME - 11 -Carminé

Treinador: Pedro Reis

Subs:
55' 16 - Carvalho por 7 - Rúben
77' 13 - Almeida por 11 - Carminé
77' 17 - Alex por 9 - Heitor
Carvalho

Golos:
12' Rui Lima, 18' Heitor, 34' auto-golo, 55' Passos, 86' Passos

Suplentes não utilizados: Miguel, Mário, Telmo, Pedro Teixeira

Nem frio, chuva e vento juntos conseguiram evitar a festa que se adivinhava, com os salgueiristas a responderem ao repto dos dirigentes e conseguirem praticamente lotar a bancada que lhes foi destinada. Mais do que quantificar (estariam talvez 3000 ? 4000? espectadores) será mais importante qualificar os espectadores desta tarde: personificaram um enorme grito conjunto de vitalidade a tentar demonstrar ao país desportivo que o clube vive! Grito esse demonstrado através de um apoio incansável à equipa, como ainda não se tinha visto este ano. Seguramente os ecos deste dia far-se-ão ouvir nos próximos dias, atendendo à muita comunicação social presente no jogo.
A equipa inicial do Salgueiros tinha uma novidade: Igor regressava à titularidade, após bastantes semanas sem ser opção. Passos regressava à defesa e com as ausências forçadas de Eládio e Nandinho, a dupla de centrais foi composta por Figueiredo e Renato. No meio de trás para a frente jogaram Monteiro, Rui Lima e Rúben. Na frente Carminé regressou à titularidade à esquerda, Fernando Almeida pela direita e Heitor no centro.
O jogo sem si teve pouca história. A superioridade do Salgueiros foi notória desde o início e em todos os parâmetros de jogo, tendo seguramente o Ramaldense tido dificuldade em colmatar as ausências de 5 jogadores por castigo.
Logo aos 9’ viu-se o primeiro remate com muito perigo de Fernando Almeida, a tentar colocar em jeito à entrada de área, mas a bola saiu ao lado. Não tardou muito a Heitor isolar Rui Lima que correu isolado e colocou com calma rente ao poste à saída do guarda-redes, para o primeiro golo da tarde.
Aos 18’, após um canto e alguns ressaltos, a bola sobrou para Heitor que encheu o pé e rematou cruzado para o poste mais distante, para o seu único golo do jogo. Aos 34’ Heitor recebeu já dentro da área e picou por cima do guarda-redes para o seu segundo golo, mas foi impedido nesse feito por um defesa que ao tentar evitar o inevitável, marcou o 3-0.
Heitor de cabeça rematou ao lado já perto do intervalo, após óptimo cruzamento da esquerda de Fernando Almeida. Antes do intervalo numa jogada de superioridade numérica, Heitor optou por rematar e falhou o golo, com dois companheiros no centro em posição de finalizar.
Terminava uma primeira parte que pertenceu totalmente ao Salgueiros A segunda começou exactamente com a mesma toada. Aos 53’ Heitor rematou à queima-roupa contra um defesa que evitou o golo com a bola a embater-lhe na mão.
A partir deste momento do jogo, cada vez que o Ramaldense tentava atacar o Salgueiros conseguia ser rápido a contra-atacar e criava situações de superioridade numérica com frequência. Foi assim o 4.º golo por Passos, que transportou a bola da defesa, entregou a Rúben na direita e desmarcou-se para o centro para responder com classe à assistência perfeita de Rúben.
Seguiram-se muitas outras oportunidades falhadas:
- 62’ Carvalho passou para Carminé que falhou na cara do golo;
- 65’ Figueiredo quase marcava após um canto, rematando para boa defesa do guarda-redes do Ramaldense;
- 67’ Rochinha isolou Carminé pela esquerda que assistiu para Heitor que isolado rematou por cima;
- 72’ Fernando Almeida isolou Rochinha na esquerda que cruzou para Heitor encostar, mas a bola foi à figura;
- 82’ Renato desmarcou Carvalho na esquerda, este cruzou para Alex que apareceu isolado mas algo atrasado em relação à bola, rematando em dificuldade ao lado;
- 87’ Monteiro fez remate excelente de longa distância que saiu a rasar a barra;
- 92’ Após cruzamento de Passos na direita Rui Lima e Carvalho atrapalham-se mutuamente quando estavam ambos sozinhos na área e não conseguiram rematar.
O Ramaldense teve duas oportunidades, aos 71’ e 78’, em jogadas de alguma passividade da defesa salgueirista, mas com Igor nos dois casos a defender bem, depois de se adiantar e tirar ângulo de remate aos avançados.
Nos últimos 15 minutos o terreno de jogo já estava bastante pesado e o futebol praticado foi algo desgarrado, com o Salgueiros a poder ter acumulado um resultado ainda mais volumoso, como se pode ver pela lista de oportunidades falhadas.
Com a entrada de Almeida, tivemos a curiosidade de ver Passos a ocupar o lugar de extremo direito e conseguiu o seu segundo golo ao aproveitar a sua imensa velocidade aos 86’, respondendo bem a assistência de Carvalho.
No final mais do que a vitória dentro do campo - que o Salgueiros fez por merecer fazendo jus à sua superioridade teórica que ficou bem patente - foi uma vitória fora do campo. Uma prova de vitalidade e de vida acima de tudo. Uma festa que os salgueiristas certamente estarão prontos a repetir em muitas tardes futuras.
10 Respostas
  1. Ricardo Says:

    Já sei que se torna repetitivo, mas tenho que enaltecer o grande trabalho que o nosso amigo Luís tem desenvolvido neste blog, em prol do clube.

    Como Salgueirista agradeço-te todo este empenho e dedicação.

    Um abraço.


  2. Flash Says:

    Eu subscrevo as palavras do Ricardo!
    Inteiramente.

    Parabéns e obrigado.


  3. damas73 Says:

    grande ambiente no estadio,grande resultado. temos que continuar a ganhar os nossos jogos e no fim fazemos as contas.bora apontar baterias para tratar da saude do inter de milheiros.


  4. pereirarjr Says:

    Foi um jogo, de facto, sem grande história. Demos a resposta esperada. É de notar que, embora continuemos à mesma distância dos primeiros dois classificados, passamos para 3.º. Estar em 3.º é melhor que estar em 4.º. Na próxima jornada, temos de fazer o mesmo que hoje. Pode ser que o Vilar do Pinheiro "escorregue" com o Cruz (como, supreendentemente, aconteceu com o Pedroso e hoje com o Paradela). Já o Rio Tinto não deverá ter as mesmas dificuldades face ao Águas Santas.


  5. crazytuga Says:

    pessoal deu o jgo no telejornal da tvi do nosso salgueiros...Esta provado,conseguimos os 5000 adeptos...Noticia da TVi...

    Mas alem dos 5000 adeptos,está a boa exibição do salgueiros.Jogaram muito bem. Os meus parabéns aos jogadores do salgueiros,e tbem a todos que amam o salgueiros...FORÇA SALGUEIROS
    um abraço a todos


  6. The_Val Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  7. The_Val Says:

    O guarda redes foi o Igor e não o Miguel.

    Penso que foi um engano por distracção, até porque o Luís Gomes fala em Igor no onze inicial no post anterior.

    De qualquer das maneiras, aqui fica o aviso.


  8. kiko Says:

    Grande dia, nem a chuva, nem o frio impediu 5000 Salgueiristas de ir ao Bessa.
    Está provado a nossa grandeza, temos que levantar o nosso Salgueiros para os palcos que merecemos estar.
    Sendo assim faço as seguintes perguntas:
    - Alguma vez em Portugal um clube no distrital conseguiu 5000 assistencias?
    - Qual o clube que está a competir no distrital que semanalmente é noticia nos jornais e na televisão?
    - Qual o clube da distrital que todas as semanas movimenta milhares de adeptos?
    Podia estar todo o dia a fazer perguntas e teria sempre o mesmo nome como resposta, é o SALGUEIROS.
    Caros Salgueiristas, hoje as lágrimas voltaram a correrem nos meus olhos aquando a entrada do Salgueiros no estádio do Bessa.
    Em fracções de segundos vieram-me á memória muitas recordações, foi muita emoção, temos que todos juntos ajudar o nosso clube a voltar aos grandes palcos, se estivermos unidos, vamos conseguir.


  9. JJ Says:

    Parabéns ao Salgueiros por este dia histórico! É um clube sem duvida diferente e com muita alma..,

    Embora seja sócio e adepto do CART tenho de felicitar toda a alma salgueirista e todos os seus inúmeros adeptos por esse mundo fora!!!

    A finalizar quero deixar apenas uma reflexão que talvez seja pertinente daqui à um mês. Como o campeonato está, será com certeza, decisivo o Salgueiros VS CART e a questão que eu levanto é se o Campo do Senhora da Hora vai ter capacidade para uma grande enchente que se prevê para este jogo. Só os sócios e Adeptos do Salgueiros enchem o recinto facilmente, e o CART tb leva muitos adeptos a todos o jogos especialmente neste irão com certeza pelo menos de 400 a 500 adpetos do CART se não forem mais.

    Acho que este jogo deveria ser tb num grande palco se fosse possível pois seria benéfico para as duas equipas e para todos os espectadores de ambas as equipas que vão ver este jogo.

    Um bem Haja ao grande e mítico Salgueiral!!!


  10. nao tive oportunidade de ir ver infelizmente o meu trabalho so me permiti ir de 5 em 5 semanas mas tou sempre atento ao k se passa no meu salgueiros tanto atraves do meu pai antonio costa k acompanha o nosso salgueiros para tudo lado como atraves da net.
    por isso ja sabem k ser salgueirista e um habito bom e saudavel k bem de familia
    salgueiros 4 ever ainda te vou ver de novo junto dos grandes


Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.


  • PRóXIMO JOGO

    SCS08 x NOGUEIRENSE
    SAB., 15 FEV. 15:00
    EST. PADROENSE



    COMENTÁRIOS

    ETIQUETAS