S.C.S. 08 - 2 x F.C. PEDROSO - 2 - 14.ª Jornada
II Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto
15:00h, 27 de Dezembro de 2008
Complexo Desportivo Senhora da Hora

GR - 12 - Miguel
DD - 2 - Passos
DC - 3 - Nandinho
DC - 4 - Figueiredo
DE - 5 - Rochinha
MC - 6 - Monteiro (Capitão)
MD - 7 - Carvalho
MC - 8 - Rúben
AC - 9 - Heitor
MC - 10 - Rui Lima
ME - 11 - Carminé

Treinador: Pedro Reis

Subs:
38' 16 - Fernando Almeida por 8 - Rúben
77' 17 - Pedro Teixeira por 11 - Carminé

Golos:
31' Heitor
55' Fernando Almeida

Suplentes não utilizados: Pedro, Fábio, Telmo, Ferreira, Miguel

A expectativa para esta tarde era enorme, bem demonstrada pela maior enchente da época com um estádio perto de cheio, apesar da ameaça de chuva concretizada da segunda parte e um frio absolutamente de rachar.

Com as ausências certas de Cao, Eládio, Renato, Igor e Jean a equipa surgia um pouco desfalcada mas moralizada para enfrentar o 1.º classificado. À 14.º jornada o onze inicial finalmente repetiu-se, com a equipa decalcada da deslocação a Vila do Conde no último jogo, com destaque para a repetição da dupla de centrais ainda com poucos minutos Nandinho / Figueiredo.

O jogo não podia começar da pior forma com um golo do Pedroso, logo nos primeiros minutos de jogo, na sequência de um pontapé de baliza mal executado, tendo a defesa do Salgueiros várias possibilidades de matar a jogada sem o conseguir.

O golo pesou na equipa e a primeira meia hora o jogo foi de muita luta, muitas perdas de bola e pouco fio de jogo de ambas as partes, com o Salgueiros um pouco abaixo do Pedroso. Já aí se mostrava uma toada que sempre se manteve: alguma desorganização do Salgueiros, principalmente no meio campo, obrigavam a equipa a correr muito mas com pouco sentido e resultados. Ao invés o Pedroso mantinha uma estrutura mais posicional, com posse de bola mais segura que permitia aos jogadores desgastarem-se muito menos.  O único remate do Salgueiros com algum perigo surgiu aos 22’ por Rui Lima, com um remate seco ao lado, após boa jogada de insistência.

Entretanto o Pedroso mostrava atributos na posse de bola, e conseguia quase sempre aproveitar o adiantamento dos laterais contrários e o pouco apoio defensivo do meio campo, para colocar a bola nos seus alas com perigo. Num desses momentos aos 29’, após uma jogada rápida conseguem colocar a bola nas costas de Rochinha para um cruzamento tenso para a área. No centro da área surgiam dois avançados sozinhos mas antes desses surge Nandinho, que dá a ideia que tem a bola ao seu alcance mas que a deixa passar com medo de provocar o auto golo, ou não vendo os avançados nas suas costas. Isolados têm tempo de rematar para defesa inicial de Miguel e marcar na recarga.

Com o desenrolar do encontro até ao momento o jogo parecia de reviravolta muito difícil, mas Heitor, num momento individual de génio, consegue colocar o Salgueiros de novo no jogo. Recebendo a bola descaído na direita perto da quina da área, remata em chapéu para o ângulo oposto, e apesar de o guarda-redes estar pouco adiantado foi incapaz de evitar o golo com a sua vistosa estirada.

Quando o Salgueiros poderia aproveitar os 15 minutos finais da 1.ª parte para ganhar algum ascendente, o jogo parou logo de seguida por largos minutos, por confusão entre adeptos e os elementos do banco do Pedroso, que em nada tentaram evitar a confusão. Iniciaram-se por ai as múltiplas perdas de tempo e anti-jogo.

Ainda antes do intervalo entrou Fernando Almeida para tentar ligar um pouco o meio campo ao ataque, o que conseguiu com algum sucesso na 2.ª parte.

A segunda parte chegou no mesmo ritmo precisamente. Mais organização do Pedroso, muito esforço mal dirigido do Salgueiros e alguma insegurança defensiva, com o meio campo incapaz de dar o apoio necessário à defesa em muitas situações.

Aos 52’ a melhor oportunidade do Pedroso da 2.ª parte a surgir de um livre para o Salgueiros, que terminou num contra ataque que poderia e deveria ter sido parado em falta no meio campo, mas acabou numa jogada de 2 contra Miguel, que saiu muito bem aos pés do avançado e evitou o remate ou o passe para o outro avançado totalmente isolado.

Passado 3 minutos era o Salgueiros que marcava de novo, com cruzamento de Carvalho para remate em volley de primeira de Fernando Almeida, que colocou fora do alcance do guarda-redes.

Os 10 minutos seguintes foram os melhores do Salgueiros: o meio campo conseguiu encostar ao ataque e finalmente o futebol da equipa ganhou ritmo e criou desequilíbrios. Aos 58’, na melhor jogada do encontro, Carvalho em posição interior entregou para o espaço livre para a entrada de Passos que cruza de primeira para Rui Lima. Este dominou e rematou bem dentro da área, para excelente defesa do guarda-redes contrário. Aos 64’ foi a vez de Heitor servido por Carvalho, aparecer com espaço na área e tentar colocar em jeito para nova boa defesa.

A partir dos 75’ o Salgueiros não mais conseguiu pressionar o Pedroso, que se ia defendendo cada vez melhor, segurando o resultado positivo. Nesta altura, as “lesões” com gritos a acompanhar dos jogadores do Pedroso multiplicavam-se (tinham começado bem cedo na 1.ª parte), e o tempo útil da partida caiu imenso, criando notório nervosismo nos jogadores do Salgueiros. Não houve jogador do Pedroso substituído que não tivesse caído no chão mal verificou que estava pronta a sua substituição. Muito pouco bonito. Aos 83' foi expulso Figueiredo por acumulação de amarelos.

No final o Salgueiros mantém a distância e terá que esperar por outros momentos para recuperar os pontos em falta. Tal como o jogo decorreu o empate é um mal menor, que não pode de forma alguma deixar o grupo sem reacção. A equipa tem demonstrado as suas fragilidades nos confrontos com as equipas da frente e a falta de experiência vem ao de cima. Há aspectos a melhorar e outros que melhorarão naturalmente com o tempo, rotinas e experiência. O que parece certo é que nada impedirá os adeptos de tentar empurrar esta equipa para palcos superiores, até ao último momento.

13 Respostas
  1. pereirarjr Says:

    Gostaria de destacar o Fernando Almeida. Impressiona qualquer um o jogaço que ele fez... com 41 anos. Fez lembrar o que vimos há 13 anos. Velhos são os trapos!


  2. SCSsempre Says:

    Ja agora queria fazer uma pergunta que nao teem directamente haver com o jogo de hoje mas com a equipa do salgueiros em si, aquele defesa direito que jogava na pre-epoca que fez o jogo com o gondim , que e feito dele?

    Tinha uma ca força , dava jeito em muitos jogos !!


  3. lfg Says:

    Esse defesa direito é o Olavo. Esteve lesionado e agora a recuperar de intervenção cirurgica. 2 ou 3 semanas e deve estar disponível.


  4. SCSsempre Says:

    Ah ok, obrigado pelo esclarecimento, achei estranho, porque ele esta muitas vezes na bancado a ver os jogos e nao entendia a razao de nao ser sequer convocado.


  5. Mitzz-x Says:

    Força SALGUEIRAL,tamos contigo...


  6. ArtMont Says:

    Alguem me diz como e onde posso ser sócio do Salgueiros 08?
    Força Salgueiros até aos tempos gloriosos, embora estes também o sejam.


  7. lfg Says:

    COMO SER SOCIO:

    http://scsalgueiros08.blogspot.com/2008/09/como-ser-scio.html


  8. SCSsempre Says:

    Eu tambem queria ser socio e ate cheguei a ir ao bingo do salgueiros para o fazer. Mas axo que estao a pedir bastante dinheiro, ate entendo que o clube precisa para se levantar, mas 10$ axo que e exagerado, mas e so a minha opinião.

    Pelo o que la a senhora me explicou e 10$ se for para ser apenas socio do SALGUEIROS 08.
    Se quizer ser socio do Sport comercio e salgueiros e do salgueiros 08 fica cada um a 5$, ou seja vai dar ao mesmo.


  9. The_Val Says:

    Eu não sou sócio pelos mesmos motivos.

    Pago 3 euros para ver um jogo. Com dois jogos em casa por mês, dá 6 euros. Ser sócio custa 10 euros e dá entrada livre nos jogos em casa. As contas são fáceis de fazer.

    Este clube tem um potencial enorme, pela massa adepta e pelo historial que herdou. Isso tem de ser aproveitado com boas ideias de marketing. Apelar ao coração para pagar mais sendo sócio do que sendo apenas adepto é uma má ideia.

    Quando me compensar serei sócio. Até lá, mantenho a minha condição de adepto, bastante ferrenho por sinal.

    Foi apenas a minha opinião e não uma critica a quem já é sócio.


  10. lfg Says:

    Não tenho duvidas que será algo que mereçerá discussão.
    Neste momento a alguém que chega de novo e não quer contribuir para as outras modalidades e o futebol juvenil do Sport Comércio e Salgueiros, é mais barato não ser sócio do que ser sócio do Salgueiros 08.
    Dois jogos em casa por mês custam 6€ enquanto ser sócio custa 10€. A sócios que querem continuar sócios do Comercio o acrescento para o Salgueiros 08 já compensa em 1 € mensal.
    Mas a lógica obrigará que ser sócio terá sempre que ser vantajoso, a quem for aos jogos todos, a ser apenas adeptos e comprar bilhetes avulsos.


  11. pereirarjr Says:

    Eu não sei como funciona a engenharia financeira do clube. Nas associações (não desportivas) a que estou/estive ligado, o objectivo financeiro da cotização é assegurar custos administrativos da instituição. O resto (ou seja, os custos dos diversos departamentos) devia ser suportado por financiamento específico (patrocínios, campanhas de angariação de fundos, etc.). O meu entendimento - a julgar pela carta que os sócios do Sport Comércio e Salgueiros receberam em Agosto passado - é que as cotas do Salgueiros 08 (ou seja, os 5 € mínimos) serviam para financiar especificamente a actividade do futebol sénior. Aliás, o marketing até não foi mal feito; deu/dá a possibilidade de quem quiser comparticipar mais, poder fazê-lo. Eu compreendo que uma equipa a começar do zero e com menos de seis meses de vida teria dificuldade em arranjar fontes de financiamento à base de patrocínios (nas camisolas, por exemplo) que não, ao fim ao cabo, a solidariedade dos sócios e adeptos. Mas teremos que aguardar até à próxima Assembleia Geral para perceber melhor como isso correu. De qualquer modo, todos os contributos são bons, desde o sócio mais abastado que contribua "acima da média" (não sou eu!!) à "mero" espectador.


  12. SCSsempre Says:

    Axo que ate para o Salgueiros era melhor que todas as pessoas que se deslocam ao campo para ver os jogos fossem socios, visto que as receitas dos socios a partida estao sempre garantidas quer as pessoas vao ver o jogo ou nao, ja as receitas de bilheteira podem ser muito grandes como pequenas, nimguem pode ter a certeza se o campo vai enxer ou nao, como em dias de mau tempo por exemplo, o numero de pessoas nao e o mesmo certamente que num bom dia de sol.

    E nao tenho qualquer duvida que se o preço para ser socio fosse mais acessivel, ate mesmo as pessoas que nao podem ir a todos os jogos, ou ate mesmo os simpatizantes do clube que de vez em quando vao ver um jogo ou outro iriam ser socios (o bixinho fica la dentro,depois de se experimentar nao se quer outra coisa),todos sabemos que o salgueiros e um clube querido na cidade do porto por quaze toda a gente, e as pessoas nao se importam de ajudar se for apenas um bocadinho a cada um.


  13. The_Val Says:

    Ganha-se mais com 1000 pessoas a pagar 5 euros por mês do que com 300 a pagar 10 euros.

    Motiva-se os adeptos e cultiva-se a fidelização destes e da sua receita.


Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.


  • PRóXIMO JOGO

    SCS08 x NOGUEIRENSE
    SAB., 15 FEV. 15:00
    EST. PADROENSE



    COMENTÁRIOS

    ETIQUETAS