S.C.S. 08 - 1 x S.C. VILAR PINHEIRO - 1 - 17.ª Jornada
II Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto
15:00h, 17 de Janeiro de 2009
Complexo Desportivo Senhora da Hora

GR - 1 - Miguel
DD - 2 - Figueiredo
DC - 3 - Renato
DC - 4 - Nandinho
DE - 5 - Rochinha
MC - 6 - Monteiro (Capitão)
MD - 7 - Rúben
MC - 8 - Cao
AC - 9 - Heitor
MC - 10 - Rui Lima
ME - 11 - Fernando Almeida

Treinador: Pedro Reis

Subs:
69' 15 - Telmo por 7 - Rúben
74' 13 - Fábio por 4 - Nandinho
85' 17 - Carvalho por 11 - Fernando Almeida
Carvalho

Golos:
60' Heitor

Suplentes não utilizados: Igor, Mário, Carminé, Alex

Uma tarde que se esperava de festa, com o entusiasmo crescente a antecipar o jogo no Bessa, acabou com sabor muito azedo, num empate com felicidade do Vilar do Pinheiro e alguma ingenuidade do Salgueiros.
A equipa inicial surpreendeu: Figueiredo alinhou na direita da defesa (e muito bem se saiu a adaptação); no meio campo Cao a trinco, com Monteiro e Rui Lima mais adiantados, quase lado a lado, formando um triângulo no centro do terreno. Na frente manteve-se Heitor no centro, mas com dois alas diferentes: Rúben e Fernando Almeida, naturalmente a jogarem bem mais interiores que os habituais Carvalho e Carminé.
O Salgueiros entrou em campo com tranquilidade e parecendo bem ciente que estava a defrontar a melhor defesa do campeonato. A bola circulava bem e pacientemente e quase sem dar oportunidade ao Vilar Pinheiro de ter posse de bola, o que se tornou óbvio também não ser o seu objectivo. Jogaram com dois avançados colados aos defesas laterais do Salgueiros, tentando deixar os centrais encarnados sem jogadores para marcar.
Aos 8’ Fernando Almeida recebe a bola de um lançamento lateral na direita, cruzou para a entrada de Rúben, que rematou à queima na pequena área para defesa de bons reflexos do guarda-redes adversário.
Numa boa jogada de Rui Lima aos 28’, este conseguiu isolar Heitor que marcou de chapéu já com o jogo parado por fora de jogo. Um dos muitos assinalados ao ponta de lança do Salgueiros, que muitas vezes caiu nessa armadilha do adversário.
Enquanto avançava a primeira parte a toada do jogo ficava clara… Seria preciso muito engenho e paciência para desfeitear a defesa adversária, com toda a equipa a defender atrás da linha da bola e dois defesas centrais pesados mas imensamente eficazes e a denotar enorme experiência.
Foi aos 37’ a melhor oportunidade do Salgueiros na primeira parte, com Rochinha a cruzar da esquerda para brilhante desvio de Fernando Almeida com a bola a ir à barra. O Salgueiros acabava a primeira parte com bom ritmo, com Rochinha a ganhar a linha de fundo aos 41’, tendo cruzado rasteiro para Rui Lima, que dentro da área rematou à figura.
A segunda parte iniciou-se com o mesmo tom, com livre directo de Fernando Almeida a passar a rasar a barra. O ascendente do Salgueiros resultou em vantagem aos 60’. Muito boa combinação entre Rochinha e Fernando Almeida, a tabelarem por duas vezes entre os dois, com o brasileiro a cruzar depois para Rúben que tentou desviar ao poste mais distante… o guarda-redes atirou-se para defender este remate que saiu largo demais, e assim Heitor teve a tarefa facilitada ao aparecer isolado no segundo poste e rematar para golo.
Naturalmente o Vilar do Pinheiro reagiu e tentou aumentar o ritmo do seu jogo, mas exteriorizava dificuldades em ataque organizado, até pelo grande povoamento do meio campo salgueirista, optando quase sempre por futebol mais bombeado. Para conseguir pressionar a equipa visitante foi avançando a defesa e começou a jogar para o fora de jogo já muito próximo da linha de meio campo.
Pedro Reis sentiu esse ascendente e optou por reforçar ainda mais o meio campo, retirando Rúben e colocando Telmo em campo, adiantando-se um pouco Rui Lima.
Aos 75’ Fernando Almeida lançou com classe Monteiro na esquerda, que recepcionou muito bem, passou por um adversário e rematou com força para uma defesa com dificuldade. Um minuto antes tinha saído Nandinho lesionado, passando Figueiredo para o centro da defesa, um momento triste para o defesa salgueirista que continua a subir de forma e estava a ter um jogo irrepreensível.
Logo a seguir o Vilar do Pinheiro podia ter marcado, num cruzamento em que a defesa do Salgueiros tenta provocar o fora de jogo, que não foi assinalado, o que permitiu a um jogador do Vilar Pinheiro receber a bola ao segundo poste sem oposição, mas rematou muito por cima.
O Salgueiros esteve várias vezes perto de aproveitar o adiantamento da defesa do adversário, mas acabou sempre com as jogadas anuladas por fora de jogo. Aos 85’ foi a vez de Carvalho entrar, talvez com o objectivo de usar a sua velocidade para por em causa a armadilha do fora de jogo que estava a resultar, mas não chegou a ter oportunidade para isso.
Estando Miguel a mostrar muita atenção e segurança nas muitas bolas bombeadas para a área, eis que aos 89’ chegou o balde de água fria. Numa saída de jogo da nossa defesa, um passe de Renato para Heitor é interceptado, seguindo-se um remate de muito longe fora do alcance de Miguel. A bola embate com estrondo na barra e com muita felicidade vai direitinha ao jogador do Vilar do Pinheiro que marca com facilidade. Ficou a dúvida se poderia estar em fora de jogo. Golo festejado com entusiasmo transbordante…
Ainda houve tempo para dois ou três ataques e um derrube duvidoso de Heitor na área, que foi considerado limpo pelo árbitro.
No final fica a ironia de sofrer um golo com um lance igual ao golo da primeira volta. O Vilar do Pinheiro mostrou que veio à procura de empatar e mostrou também que não é à toa a melhor defesa da prova. Aí não houve surpresas.
O Salgueiros pode queixar-se de algum azar e demonstrou também alguma ingenuidade… até excesso de fair-play mostrou quando Nandinho se lesionou e ficou fora do campo a ser assistido, com a equipa a defender num canto com 10 jogadores apenas estnado em vantagem no marcador… Irónico após a equipa tanto sofrer com as perdas de tempo alheias. Alguma experiência adicional ou mesmo matreirice poderiam ter evitado sofrer um golo aos 89 minutos.
Um passo ao lado no campeonato, com as coisas a complicarem-se, mas continuando tudo em aberto.
17 Respostas
  1. Esta jornada, para o Salgueiros, já passou do ponto de vista desportivo. Resta os resultados dos adversários directos para se fazer um balanço mais concreto.

    Gostava de pensar já na próxima jornada e para isso queria deixar, desde já, uma indicação mesmo sabendo do gaudio que pode ser ir jogar ao Bessa reproduzindo memórias felizes.

    Sem memória não se constroi o futuro mas receio muito a sua exaltação. Vamos ao Bessa como iriamos a Ramalde, para uma final, para uma sã batalha desportiva, para um resultado que nos dê os três pontos que são iguais em qualquer campo ou estádio de futebol

    Um Salgueiros determinado, capaz, inteligente. Um Salgueiros inconformado com os azares dos golos ao ultimo minuto. Um Salgueiros motivado e motivador. Um Salgueiros de ambição que não se iniba na espuma das jornadas.

    Hoje vi mais gente infeliz pela atitude do Salgueiros (inibida, defensiva, confusa), do que pelo empate. Não são os maus resultados que abatem é a atitude e a percepção que ela nos dá de um futuro próximo.

    Este é um Salgueiros de ensaio mas não é um Salgueiros secundário. Este é um Salgueiro á espera do outro mas não deixa de ser Salgueiros por isso.

    O jogo do Bessa só não é mais um jogo porque já não se pode falhar mais. Não digo no resultado mas na atitude, repito.

    Não se acredita no Salgueiros como o Cardeal em Deus. Na terra a fé dá muito trabalho e não é divina. È preciso deixar mais suor nas camisolas até estas poderem ganhar jogos sem os jogadores lá dentro. È preciso mais alma dentro do campo. Não é Salgueiros quem quer mas quem trabalha para isso.


  2. o destino pregou-nos uma partida.Tal como na 1ª volta voltamos a sofrer um golo de uma maneira muito esquisita, e com muita sorte à mistura.

    Uma tarde fantástica, um ambiente simplesmente fabuloso, só foi pena o resultado.

    Ainda há muito campeonato e nao vamos baixar os braços.

    Na proxima semana lá estaremos a bater todos os recordes do futebol distrital no estadio do bessa.

    Força Salgueiros!!


  3. SCSsempre Says:

    O comentario do ARTUR MONTEIRO diz quaze tudo o que eu penso !!!



    Temos tido muito azar e verdade, mas tambem em muitas vezes contribuimos para o nosso proprio azar, eu acredito que no fim vamos conseguir e tambem que um dia vamos ser nos a ter a sorte do jogo e termos a " estrelinha de campeao " que nos teem faltado !!


    Agora teremos de repetir a serie invicta que fizemos na 1ºvolta e ganhar todos os pontos que perdemos e se fizermos isto no fim estaremos todos a festejar, eu nao acredito qe as equipas da frente nao irao perder pontos, mas para ja temos nos que ganhar os nossos e iso ainda nao estamos a fazer !!!


  4. pereirarjr Says:

    Em suma: estão a ver os primeiros 15 minutos da 2.ª parte contra o Cruz?? É isso que queremos, é disso que precisamos!! Não necessariamente marcar 4 golos em 15 minutos, mas ter a atitude que leva aos 4 golos!!


  5. The_Val Says:

    Azar?!

    Azar acontece uma vez ou outra. Sofrer golos impensáveis em quase todas as jornadas não é azar.

    Hoje fomos uma equipa ingénua e que se mostrou frágil. A ganhar por uma bola a zero, resultado sempre perigoso, num jogo decisivo, acabamos por ceder o empate. E isso não foi azar.

    A partir do golo do Heitor, não soubemos segurar o jogo a meio campo. Não soubemos esconder a bola e não soubemos queimar tempo. Poderíamos ter recorrido ao anti-jogo. Todos os outros o fazem. Não o fizemos. E porquê? Temos de dar o exemplo a alguém? Temos alguma obrigação moral de mostra o que é o fair play? Não. Temos é de ganhar os jogos. Não seria preciso fazer um anti jogo tão nojento como o que o Pedroso nos fez. Bastava ter perdido tempo no fim do jogo, nos últimos 10 minutos. Bastava ter arrefecido o jogo, escondido a bola. Sempre o fizemos na primeira divisão. Nunca o fizemos no distrital.

    Outra questão importante é o facto de nunca termos conseguido contra atacar. O Salgueiros entrou bem no jogo, com as mudanças correctas (na minha opinião) para o abordar. Teve paciência e conseguiu aquilo que seria o mais difícil, através de uma boa jogada finalizada por Heitor. Nesta altura pensei que o Salgueiros teria o jogo ganho. Face a uma equipa muito organizada a defender mas que mostrava pouca arte para atacar, pensei que marcaríamos mais 2 ou 3 golos. Puro engano. Nunca soubemos contra atacar, trememos sempre a defender e perdemos o meio campo através das já habituais perdas infantis de bola. Para defender bem, há que manter em sentido a equipa adversária. Após o golo, nunca o fizemos.

    No fim, o castigo merecido. Mais um lance caricato e golo do V.Pinheiro.

    Para mim, a desilusão foi enorme. Diga-se o que se disser, conte-se o que se contar, espere-se o que se esperar, o sonho da subida fica praticamente desfeito.

    Bem sei que há muitos jogos pela frente mas também há muitas equipas à frente.

    Podemos falar de muita coisa, de condições disto e daquilo, de arbitragens e de sorte e azar. Hoje, como noutros jogos, não tivemos engenho (arte nunca nos falta) para ganhar os 3 pontos.

    O empate é merecido. A festa vai para Vilar do Pinheiro. Vieram empatar e empataram.

    Quero destacar o Fernando Almeida que foi enorme. O Heitor esteve, como habitualmente, muito bem e o Figueiredo fez bem uma posição que não é dele. O Cao mostrou a sua importância e ganhou inúmeras bolas. Destaques negativos não os faço, apesar de os haver.


    Por mim, como salgueirista, o meu apoio não esmorecerá. Continuo a achar que a grande vitória é ver o futebol sénior, todos os fins de semana.

    Desiludido, continuei a aplaudir os jogadores no fim. Bem sei que, por vontade deles, goleávamos.


  6. Jose Carlos Says:

    Pela lucidez e objectividade, faço minhas as palavras do anterior Comentador.

    E até ao Fim no apoio incondicional ao nosso Salgueiros.


  7. SCSsempre Says:

    Na minha opiniao o golo deles e uma sorte desgracada coisa que nos nunca tivemos desde que comecamos , a bola vai a trave e veem direitinha ter com o outro jogador , podia ir para cima ou para o lado mas foi para ele ( mas sim tambem e impensavel que ele apareca ali sozinho ).



    Quanto a parte do anti-jogo concordo plenamente com o " THE VAL " eu pelo menos nao vou aos jogos do salgueiros para ver uma equipa que da o exemplo a jogar , vou para vir com 3 pontos para casa para no fim chegar a um objectivo a subida, quando o nandinho se lesiona na minha opiniao deveria ter caidu dentro do campo, de certeza que os jogadores do vilar pinhheiro se tivessem opurtunidade o fariam !


  8. Rocha Says:

    Boa Noite caros Salgueristas
    Vim aqui comentar porque entendo que é nestes momentos que nós atletas devemos dar a cara e assumir as situaçoes menos boas.
    Queria apenas informar que, tal como vós, a equipa está bastante triste e abalada com o resultado...mais uma vez foi um empate com sabor a derrota...
    Queria tambem pedir que nunca arrefeçam o vosso entusiasmo pela equipa e nunca deixem de acreditar,por mais dificil que a situaçao pontual se torne, porque nós tambem nunca o faremos.
    Desde já o meu mto obrigado pelo apoio.
    Grande abraço, Rochinha


  9. Ruitx Says:

    Boas noites
    Em 1º lugar quero dizer que sou socio e adepto do CART e que fui esta tarde ver um jogo do qual era parte indirectamente interessada e em que o resultado até acabou por ser o que mais me convinha.
    Quanto ao jogo, a 1ª coisa que confirmei é que efectivamente esta equipa do V.Pinheiro foi á Srª Hora com um unico objectivo, empatar e a táctica foi exactamente igual á usada aquando da visita ao CART(fizeram 1 remate em 90 min.).11 homens atras da linha da bola, destruir, destruir e destruir.Muita força fisica mas muito pouco jeito na hora de atacar.Confirmei a ideia que tinha que esta é das equipas da frente a que menos futebol apresenta.Na 1ª parte zero remates á baliza do Salgueiros é sintomatico do que estou a escrever.Na 2ª pouca coisa mudou até ao golo, a partir daí penso que quem perdeu 2 pontos foi o Salgueiros e não o V.Pinheiro que conquistou 1, isto porque o Salgueiros recuou demasiado, acantonou-se no seu meio campo e pôs-se a jeito do empate.O V.pinheiro aproveitava todos os livres e lançamentos para despejar a bola para cima da área e pouco mais e depois no minuto 90 o golo é oferecido pela defesa do Salgueiros.De qualquer maneira realço o excelente ambiente em torno do jogo e não é caso para desespero geral, ainda há muito campeonato!!
    Saudações desportivas


  10. IRRIDUCIBILI Says:

    Mais uma ves digo k ao salgueiros faltou, foi tranquilidade a equipa apos o golo e principalmente nos ultimo 10/15mim...nao houve sangue frio na altura de fazer as coisas, ou nos passes precipitados, em que a bola antes de ir para um jogador do salgueiros ia para os do vilar...a excessiva rapidez da marcaçao dos livres a nosso favor..Nao falo em fazer anti jogo (apesar do vilar merecer), mas sim na contençao da bola...infelizmente tivemos a lesao do nandinho, que estava mt bem em jogo e com a sua saida perdemos centimetros na nossa area e tambem pelo facto de atrasar a entrada de carvalho ou de carminé, que iriam ajudar nessa mesma contençao de jogo atraves da sua capacidade tecnica.

    Foi pena termos empatado, mas o futebol é assim...temos é que seguir em frente e demonstrar em cada jogo a vontade de vencer e de querer subir.

    Saudaçoes...Força SaLgueiros.


  11. RC Says:

    Obrigado, Rocha! Lá estarei para vos apoiar!

    Há que melhorar alguns aspectos do jogo, como o excesso de passes perto da área adversária sem qualquer progressão e/ou remate ou a forma quanse infantil como perdemos algumas bolas na defesa e no meio campo. Acho que os jogadores e treinadores devem reflectir sobre isso durante a semana e, mais importante que tudo, tentar corrigir.
    Uma das coisas que mais me custa no futebol é ver equipas a repetir os mesmos erros semana após semana. Se a equipa em causa é uma qualquer que dá na TV, irrita-me. Se a equipa em causa é o Salgueiros, doi-me na alma.

    Eu sei que não é por falta de vontade de todos, e eu agradeço a todos por isso. Agradeço a vossa humildade por virem aqui falar connosco, e a vossa qualidade não está em causa. Posto isto, resta melhorar o que não está bem.

    Força aí, pessoal. Um abraço!


  12. Ser Salgueirista é ser feliz!!!

    Talvez seja esse o motivo para a minha felicidade. Tal como um casamento onde se diz que, na tristeza ou na alegria, na riqueza ou na pobreza eu SEREI ATÉ AOS ULTIMOS DIAS DA MINHA VIDA SALGUEIRISTA!!!

    A verdade é esta e inegável.


    Desde já quero agradecer nao só em meu nome, mas em nome de toda a ALMA SALGUEIRISTA a presença no jantar comemorativo do 24º aniversário da ALMA dos nossos herois, Eládio, Heitor, Monteiro e Fernado Almeida. Mais do que uma atitude profissional, estes MEUS (nao sei se serão vossos, mas meus sao com toda a certeza_)herois tiveram uma atitude exemplar. Conseguiram provar que a ALMA nao morreu e já mais morrerá!!

    Já passa das 5 da manha e eu estou a escrever neste blog. Talvez seja o coração a falar mais alto.

    Nao vou pedir a estes meus herois a subiasa ou golos(tal como pediram ao heitor no jantar). Apenas lhes vou pedir que dignifiquem a camisola que vestem. Toda a certeza que o irão fazer.

    Muito obrigado a todo o plantel pelo esforço feito em prol do Salgueiros!!

    Amigo pulga, estou contigo quando me disseste que nao há ninguem que nos tire um grito de golo pelo salgueiros, um salto, uma alegria imensa.

    Para muitos é simplesmente mais um golo, para mim é um golo do meu clube. O MEU SALGUEIROS!!!

    FORÇA SALGUEIROS!!


  13. IRRIDUCIBILI Says:

    Infelizmente, de acordo com o site zerozero.pt o rio tinto venceu e assim aumenta a distancia do Salgueiros...mas ainda falta muito campeonato e o rio tinto inda tem que passar ppr nossa casa..mas mesmo assim,ja nao dependemos de nos para subir.


  14. Pedro Seixas Says:

    Vamos ter calma, é certo que as coisas se complicaram um pouco, mas é tambem verdade que ainda falta quase metade do campeonato.
    Na proxima jornada vai haver um vilar pinheiro x pedroso e o cart vai ao s.romao que tem estado em clara subida que foi testemunhada pela liga dos ultimos nesta ultima semana.
    Vamos ver o que acontece nestes jogos, nos temos obrigatoriamente que vencer e vamos vencer!!
    Mas ha algo que tambem tem que ser salientado, uma equipa que quer ser campeao tem que ganhar jogos contra os rivais directos, ainda não ganhamos um unico jogo contra as equipas mais fortes, nestas duas ultimas jornadas perdemos uma clara possibilidade de mostrar que estamos aqui para vencer, mas ainda nada esta perdido.


  15. Boas tardes..

    Relativamente ao jogo de ontém, fomos nitidamente mais fortes do que o nosso adversario...Mas temos que tambem demonstrar isso com o resultado final!

    No final da 1ªparte já podiamos estar a vencer por 2 a 0, mas nao conseguimos concretizar, ou por azar, (aquela bola no poste), ou por falta de instinto matador!!

    Na 2ªparte entramos novamente bem e até conseguimos o golo, pena foi depois a atitude demasiado defensiva da equipa e até os menos cépticos acreditavam que o Vilar Pinheiro acabaria por marcar o golo do empate!

    Mais uma vez tivemos azar porque o golo do adversario foi pura sorte, mas no futebol quem nao marca arrisca-se a sofrer e foi esse o nosso maior problema...

    Depois voltou-se a passar o que já havia ocorrido no jogo com o Paradela uma um penalti que na minha opiniao ficou por marcar!

    Um forte abraço a todos os Salgueiristas!

    *E que venha o Ramaldense...


  16. Ricardo Says:

    Após os resultados desta tarde, certamente que ainda temos hipóteses de subir... não vai ser por falta de entrega da equipa e apoio dos adeptos que não vamos lá chegar!

    No sábado viveu-se uma bela tarde de futebol, exceptuando o balde de água fria mesmo no fim. Saí do Srª da Hora com um aperto no estômago, mas contente por poder voltar a sofrer com a minha equipa. Vamos todos continuar a aparecer nos jogos e mostrar como se faz a festa do futebol Salgueirista! E a próxima é já no Bessa!


  17. kiko Says:

    Caros colegas Salgueiristas, vamos continuar com estas tardes fantásticas, em que o Salgueiros é rodeado de paixão; tardes que já todo o Portugal fala; fala-se num clube que leva mais de 2000 mil adeptos aos seus jogos, clube que não têm um campo próprio, clube que não tem piscina e é campeão de Portugal 11 vezes (!) em 12 anos.
    É isto que nos diferencia de todos os outros clubes; é a nossa Alma, é o nosso Amor e Paixão pelo nosso Salgueiros.
    Quando parecemos mortos, aparecemos fortes, cheios de força, com jogadores que jogam por amor á nossa camisola.
    Nos jogos do Salgueiros é possível sentir todo este amor e paixão, pois tenho a certeza que se continuarmos juntos vamos conseguir os nossos objectivos, ou seja, a subida.
    PEÇO A TODOS OS SALGUEIRISTAS PARA DAREM UMA MOSTRA DA NOSSA FORÇA INDO AO BESSA, VAMOS MOSTRAR A PORTUGAL INTEIRO QUEM É O SALGUEIROS.

    Um grande abraço Salgueirista


Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.


  • PRóXIMO JOGO

    SCS08 x NOGUEIRENSE
    SAB., 15 FEV. 15:00
    EST. PADROENSE



    COMENTÁRIOS

    ETIQUETAS