S.C. VILAR PINHEIRO - 1 x S.C.S. 08 - 0 - 2.ª Jornada
II Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto
15:00h, 05 de Outubro de 2008
Campo do S.C. Vliar Pinheiro


GR - 1 - Igor
DD - 2 - Passos
DC - 3 - Eládio (Capitão)
DC - 4 - Renato
DE - 5 - Fábio
MC - 6 - Monteiro
MD - 7 - Carvalho
MC - 8 - Mário
ME - 9 - Varziela
AC - 10 - Heitor
AC - 11 - Jean

Treinador: Pedro Reis

Subs:
50' 16 - Alex por 10 - Heitor
65' 15 - Fernando Almeida por 11 - Jean
80' 17 - Almeida por 5 - Fábio

Suplentes não utilizados: Pedro, Figueiredo, Pedro Teixeira.

A segunda jornada trouxe nova derrota ao Salgueiros, sendo incapaz de ultrapassar um Vilar do Pinheiro a denotar claramente mais força física e um futebol bem mais experiente para o poeirento pelado em que decorreu o jogo.
O Salgueiros iniciou a partida com a ausência do lateral esquerdo Rochinha, castigado após a expulsão na 1.ª jornada, substituído por Fábio. No centro do meio campo apareceu Mário ao lado de Monteiro, com Varziela a descair para uma das alas, saíndo Pedro Teixeira da equipa inicial. Em termos tácticos, o desenho manteve-se no 4-4-2.
Com o jogo a iniciar dividido, o tom foi dado ao minuto 15 com um excelente remate a bater na barra da baliza de Igor, sobrando com felicidade para um avançado da equipa da casa que marcou com facilidade. No restante da primeira parte e tal como aconteceu na primeira jornada, o Salgueiros sentiu dificuldades em criar situações de concretização. Excepção feita a jogada aos 18', logo a seguir ao golo adversário, com Varziela a entrar bem pelo flanco esquerdo e a cruzar com perigo, sem ninguém conseguir finalizar. A outra grande oportunidade na 1.ª parte foi mesmo para o Vilar do Pinheiro após uma falha do capitão Eládio.
A segunda parte manteve o mesmo tom, com o Salgueiros a mostrar-se um pouco mais activo na frente, especialmente após a entrada da nova dupla de avançados, Alex e Fernando Almeida. Criou perigo em boa jogada de Carvalho pela esquerda aos 60', após driblar 2 adversários caiu na área não conseguindo fazer o cruzamento que seria decerto perigoso. O Vilar do Pinheiro respondeu logo de seguida num contra-ataque apoiado em superioridade numérica a criar muito perigo, mas sem conseguir finalizar. Aos 72' surgiu a melhor oportunidade do Salgueiros, com cabeçada de Alex, após livre da direita quase na marca de canto, com o GR local a defender bem. Pouco depois foi Passos que correu mais de 50 metros pelo flanco direito, conseguindo um remate de longe que saiu ao lado. Faltaram as forças para uma finalização mais perigosa. Já em descontos de novo perigo para a equipa da casa num contra-ataque e canto consequente, com Renato a salvar na linha de golo.
No final os salgueiristas iam comentando a necessidade da sua equipa ganhar mais rodagem para se adaptar melhor às necessidades de um campeonato que, até pelos campos onde é praticado, exige um tipo de futebol que a equipa ainda não encontrou. Sendo verdade que Igor praticamente não foi obrigado a intervir (foi batido no golo por infelicidade da jogada), na realidade a equipa sente dificuldades quer na luta do meio campo (por vezes por inferioridade física face a adversários mais possantes), quer principalmente na criação situações de finalização, situação que seguramente será ultrapassada com mais entrosamento da equipa e rodagem de cada jogador.
1 Response
  1. RC Says:

    O Salgueiros fez hoje um jogo esforçado, mas entrou mal no mesmo. Praticamente entramos a perder e depois, num campo pelado e com a bola a saltitar de um lado para o outro, foi difícil criar situações de golo. Acabou por ser um jogo repartido, com poucas situações de golo. A vitória podia ter pendido para ambas as partes.

    Actuações de 0 a 10:

    1-Igor(5): sem muito trabalho, mostrou ainda assim mais serviço do que no jogo anterior. Sem culpas no golo sofrido;

    2-Passos(7): sempre esforçado, é claramente um dos melhores jogadores do Salgueiros neste momento. Ataca, defende, não dá um lance por perdido;

    3-Eládio(6): melhor em relação ao jogo anterior. Sem grandes falhas a apontar, destemido quando foi preciso;

    4-Renato(6): jogou lesionado a maior parte do tempo, mas suou a camisola. Quase sempre certeiro nas suas acções;

    5-Fábio(3): não é defesa esquerdo, ajudou a defender, principalmente no jogo aéreo, mas denotou muito fraco nível físico, perdendo muitas batalhas. Pouca confiança com a bola nos pés;

    6-Monteiro(4): algum medo nalgumas bolas divididas, algum mérito nalgumas recuperações, esteve a um nível pior do que no jogo anterior;

    7-Carvalho(7): claramente o melhor do Salgueiros. Rápido, bom dominio de bola num terreno difícil, faltou esclarecimento num ou noutro momento;

    8-Mário (5): Exibição segura no meio campo, pareceu ser uma opção válida e mostrou alguma calma com a bola nos pés, mas nem sempre;

    9-Varziela(6): primeira parte prometedora, embora agarrando-se muito à bola. Desapareceu um pouco na 2ª, mas esteve nos lances de maior perigo;

    10-Heitor(6): Lutou bastante, saiu aos 5 minutos da segunda parte (lesão?) quando era a maior referencia do ataque do Salgueiros. Melhor do que no jogo anterior;

    11-Jean(4): muito apagado, não foi muito útil no jogo aéreo, com a bola pelo chão também não foi esclarecido. Falta-lhe mais decisão com a bola nos pés, mais auto-confiança;

    16-Alex(3): não conseguiu ser melhor do que Heitor, perdendo-se entre os defesas contrários;

    15-Fernando Almeira (5): entrou tarde no jogo (aos 65') e mostrou que tem qualidade para jogar em qualquer campo, apesar dos seus 41 anos. Mexeu com o ataque;

    17-Almeida(4):Entrou para o lugar de Fábio já na recta final do jogo. Mostrou que, provavelmente, teria sido melhor aposta de início;


    Isto é meramente a minha opinião, sem apoio técnico (imagens do jogo, por exemplo). Só as impressões com que fiquei. Espero que os jogadores não levem a mal. :)


Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.


  • PRóXIMO JOGO

    SCS08 x NOGUEIRENSE
    SAB., 15 FEV. 15:00
    EST. PADROENSE



    COMENTÁRIOS

    ETIQUETAS