Porque ainda há...
... clubes com adeptos de forte consciência colectiva ...

vale a pena ler http://stpauli.nu/?p=1764 .
Etiquetas: edit post
11 Respostas
  1. Jorge Viana Says:

    Tal e qual o Sport Comércio e Salgueiros já teve...


  2. Jorge Viana Says:

    If you, dear club management, do not act according to our demands, we will go into open resistance.

    (...)

    In a nutshell: We will do everything until you realize how many we are!
    We will do everything until you realize it can go on with you, but it also can go on without you as well!

    The time of meetings and talking is over. It’s enough!


  3. Suevo Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  4. lfg Says:

    Caro Artur Gomes
    “Não percebi esta mensagem, o que tem o st pauli a ver com um blogue do Salgueiros?

    Que existam meia duzia de salgueiristas que simpatizem com o st pauli é aceitavel, claro que tambem existe outra meia duzia que tal como eu que não gosta nada desse clube, mas surpreende-me negativamente colocares aqui um post destes. “
    Agradeço a tua crítica… Vou tentar de alguma forma explicar.
    De facto o blogue é do Salgueiros mas nunca deixou de ser apenas um blogue pessoal (não só mas também porque a Direcção do Salgueiros 08 nunca fez menção que fosse outra coisa).
    E como sabes nunca deixei de reservar o direito de ter opinião em nome próprio… daí ter sido criada a etiqueta ‘Reflexões’ e na Ficha Técnica ser claro de quem é a responsabilidade das opiniões. Já me tinha prometido um silêncio de opiniões mas vou quebrá-lo para não haver mal entendidos e porque me apetece ‘entornar’.
    Este post não é (e não quis ser) sobre o St. Pauli. O post é (e quis ser) sobre as atitudes de um conjunto alargado de adeptos mobilizados de um clube. Surgiu porque este texto chegou-me aos olhos num momento de profunda decepção e soou-me gritante o contraste.
    Se não tiveste oportunidade de ler o texto eu resumo: fala de um grupo alargado de adeptos que exigem ter a sua palavra ouvida pela direcção do seu clube, de que como são mantidas ou não tradições, de como são geradas e criadas receitas e que tipo de receitas, do modelo de pagamento de bilhetes nos jogos, da publicidade aceite no campo de jogo, etc, etc… e levaram esse desejo de ser ouvidos avante de uma forma profícua em forma de congresso – no qual a Direcção participou - onde em conjunto definiram um conjunto de princípios a respeitar por esta.
    Pareceu-me incrível o grau de envolvimento, a forma civilizada e democrática de terem encontrado concensos e a forma vocal e activa como agora estão a cobrar os compromissos não cumpridos.
    O texto ‘tocou-me’ por me sentir imensamente desgostoso…
    Li recentemente textos que escrevi antes e depois do PREC salgueirista de 2004/2005. Li as minhas palavras de como interpretava de forma romântica as movimentações colectivas dos salgueiristas para tentar ‘recuperar’ o seu clube… o clube aos sócios e tal… E estou desgostoso e desapontado porque 6 anos depois não me consigo rever no que escrevia… nessa visão idílica da capacidade colectiva dos salgueiristas de serem donos do seu clube, ao invés de serem só clientes exigentes e de nariz empinado dos seus jogos de futebol.


  5. lfg Says:

    Estou desapontado porque quando escrevi isto num comentário
    “11 de Dezembro de 2010 12:34
    Caros Salgueiristas,

    Já li vários comentários sobre a AG ser urgente e agora até sobre recolha de assinaturas para marcação da mesma.

    Penso que era de toda a utilidade para o clube manter alguma tranquilidade e aguardar pela normalidade dos procedimentos.
    Alguém acredita que uma pessoa como Vítor Barros, que foi figura proeminente de forma corajosa e sem receios, numa altura em que o clube viveu períodos menos democráticos, na luta pela reposição da legalidade estatutária e pela palavra e vontade dos sócios ser ouvida... irá agora pugnar por algo que não seja o cumprimento dos estatutos? O mesmo que já em várias AGs reafirmou que o seu lugar estaria sempre à disposição dos salgueiristas para o substituírem ou juntarem-se à C.A. para ajudar?
    Vamos dar tempo ao tempo e dar crédito a quem o mereceu até agora - porque foi eleito, com confiança mantida pelos sócios em sucessivas AGs durante 4 ou 5 anos.
    Não esquecendo que o Presidente da C.A. foi o primeiro a referir publicamente a necessidade de uma A.G. em caso de confirmação das demissões.

    acreditava no que escrevia e não acreditei que outro cenário fosse possível… Hoje? Não sei.
    Mantenho a esperança e acompanho o café da manhã folheando a Bola e o JN à espera da notícia da marcação da AG.
    Mas mais desapontado fico por acreditando que mesmo o mais básico dos preceitos estatutários não estar a ser cumprido (aparentemente… ou será que a CA já tem novos elementos?) não ouço no campo comentários sobre isso… não leio aqui comentários sobre isso… vejo total tranquilidade e aceitação do estado de coisas como elas estão… sem desconforto, sem questões, sem exigências…
    Desapontado porque saíram da C.A. duas pessoas que nela estiveram desde o início, que pertenceram de forma intensa ao Movimento de Sócios de 2004, e já publicamente afirmaram que saíram por motivos graves… e não vejo ninguém preocupado em conhecer esses motivos.
    Muito triste por ver uma massa adepta tão capaz de se mobilizar, por gestos, palavras e omissões contra algumas coisas de importância tão relativa – como por exemplo escolhas técnicas do Pedro Reis - e estar totalmente amorfa tão pouco depois de terem vivido o que tiveram que viver em 2004.
    E estou muito desiludido por acreditar que esta é a realidade da nossa estrutura associativa… e que essa realidade não vale nem o meu empenho ou tempo (passe o pretensiosismo mas este comentário é como a reflexão, meu), nem o de ninguém no seu juízo perfeito.
    Vou voltar ao meu desapontado silêncio, sendo que desiludido me vou juntar ‘à manada’ e ser um frequentador sempre que possível dos jogos de futebol e fazer por esquecer tudo o resto, porque, de facto, não vale a pena.
    PS1: Artur se não conheces aqui fica, para gostares ainda um pouco menos do St Pauli
    http://www.youtube.com/watch?v=akN17qxXKP0&feature=player_embedded
    PS2: Votos de um bom jantar de aniversário para os Alminhas.
    Saudações Salgueiristas
    Luís Gomes


  6. PM Says:

    Luis,
    a verdade é que ja não é de agora que se tem instalado esse sentimento, sinto cada vez mais as pessoas a desligarem-se deste projecto.
    Muitos continuaram a ir aos jogos porque tem um sentimento de ligação ao clube mas não mais do que isso, acabando os 90 min semanais so na semana seguinte se volta a pensar nisso.
    Mesmo que haja a assembleia(que segundos os estatutos tinha que haver) talvez la estaremos 10 ou 15 pessoas.
    Isto precisa de um abanão, mas a verdade é que so ha mobilização quando ha um jogo importante.
    Como se diz, vamos andando, vamos vendo
    Cumprimentos


  7. Magalhães Says:

    Caros Salgueiristas,

    O extenso comentário do Luís expressa o sentimento generalizado que os sócios têm, sobre quem tem o PODER no nome Salgueiros.
    Só não concordo com o facto que coloca sobre o "silencio" que reina entre os Salgueiristas.
    Se estivermos atentos, são vários os comentários aqui escritos que demonstram a falta de crença neste projecto SCS08, e o ainda mais grave, a falta de crença numa Direcção sem Quorum, que não dá cavaco a NINGUÉM, posso até afirmar que circula entre os Salgueiristas o pavor de o próprio Sport Comércio e Salgueiros se extinguir.
    Como Salgueirista não acredito neste presidente, não acredito na Incompetência, não acredito na Mentira, não acredito no Compadrio, não acredito na falsa gestão das receitas do bingo, não acredito num presidente que ficou com os terrenos e não tem coragem de o afirmar, não acredito num presidente Ausente, não acredito na falta de Estratégia, não acredito num homem que já foi Engenheiro e agora é Doutor, enfim, desta forma é com muita tristeza que afirmo, não acredito no futuro do clube que tanto AMO.
    No entanto, lá estarei no próximo Domingo, pois o Salgueiros só morrerá quando não houverem Salgueiristas.
    Até Sempre


  8. Magalhães Says:

    FUTURO DO SPORT COMÉRCIO E SALGUEIROS
    DESPORTIVAMENTE
    1. Existir e desde próxima época se possível só 1 clube.
    1.1. S.C. Salgueiros, resolvendo impedimentos desportivos e fundindo o O8 para incorporar direitos desportivos.
    1.2. Caso o SCS fosse inviável e apresentar insolvência, depois desta decretada o O8 compra o nome oferecendo uma bagatela por isso ao processo e faz a redenominação social.
    1.3. Contudo manter o ecletismo Andebol, Atletismo, Pólo-Aquático, Futsal privilegiando não só a competição como também a formação.
    1.4. E Futebol com este :
    1.4.1. Equipa de Sénior assente em formação com projecção mediática para promover vendas.
    1.4.2. Formação numa estrutura piramidal que permita produzir mais qualidade em detrimento da quantidade.
    ESTRUTURAS FÍSICAS
    1. Após análise da situação patrimonial decidir mediante o que for mais viável e exequível ao menor custo e que traga retrocesso do investimento e abatimento de passivo mais rentável.
    1.1. Complexo de treinos com campo principal para valência de competição, com hipótese de vir a crescer até um máximo de 5/6 mil espectadores, de imediato com capacidade de 1.500 a 2.000.
    1.2. Ou a solução análoga mas com Estádio/Campo multifuncional deslocado, porque se assim for terá que ter uma capacidade superior para poder receber eventos desportivos e ou culturais em constante regime de aluguer de molde a ser rentável.
    1.3. Ou o ideal, mas agora poderá ser impossível, a recuperação do plano de cooperação com a CMP apresentado em Abril de 2005.
    1.4. Em qualquer dos casos terá que ser analisada a incorporação no equipamento mais central caso não seja o único, da sede administrativa, possivelmente também social e futuro museu interactivo.
    1.5. Contudo no centro de treinos terá que ser prevista a implementação de espaço académico, para dotar a formação de complemento educacional. Será excelente fonte de receita.
    1.6. Dependendo dos casos analise da incorporação de Pavilhão multifunções num dos equipamentos.
    1.7. Complexo que englobe piscinas só com parceria pública/estatal ou associada a grupo económico que tenha apetência para gerir tal equipamento. Poderá caso não se enquadre facilmente ser implementada noutro espaço, como VP por exemplo.

    BINGO
    1. Analisando o novo projecto de lei de inícios de Dezembro de 2010, constituir empresa comercial para gerir o bingo.
    2. Deve ser uma Empresa externa que o SCS detenha ou não parte do capital, mas que deve funcionar de forma autónoma, pagando uma verba mínima mensal fixa a estipular, acrescido de um variável indexado à receita bruta de jogo.
    3. O SCS não deve ter qualquer encargo ou custo , mesmo com o pessoal desta Empresa de forma directa.


  9. Magalhães Says:

    (Continuação)
    SÓCIOS
    1. Viragem radical na gestão dos sócios.
    1.1. Emocionalmente manter uma ligação afectiva com base no associativismo, inclusive admitir na Direcção um elemento da Direcção da Alma Salgueirista
    1.2. Financeiramente tratamento de Cliente com um princípio próximo do utilizador pagador.
    1.3. Criar pacotes atractivos de benefícios através de parcerias, possibilitando por uso dos sócios minimizar o custo de ser sócio e com utilização intensiva até obter lucro.
    2. Falar sempre a verdade e motivar a participação em mini projectos, para daí podermos ter campo de análise para recrutamento de quadros dirigentes.
    3. Implementar gradualmente um plano de comunicação institucional sempre em crescendo, que no panorama actual desde que aproveitado devidamente, cativa e envolve as pessoas além de ser fonte de receita importante … haja criatividade.

    COMERCIALMENTE
    1. Gestão da Marca Salgueiros de Forma cuidada e especializada.
    2. Produção de Merchandising .
    2.1. Institucional
    2.2. Eventual
    2.3. Edições Limitadas

    3. Criação de rede de Lojas SCS
    3.1. Próprias nos espaços do Clube
    3.2. Parcerias Locais com lojas de Sócios
    3.3. Parcerias com Lojas comerciais interessadas
    3.4. Franchisados

    RECEITAS ADICIONAIS / PARCERIAS PUBLICITÁRIAS / PARCERIAS INSTITUCIONAIS
    1. Tudo deve e pode ser vendido de modo a conseguir receita.
    1.1 Naming das Estruturas Desportivas.
    1.2 Naming de Modalidade Desportiva.
    1.3 Patrocionadores escalonados por categorias
    1.4 Publicidade Estática
    1.5 Publicidade na Web 2.0
    Etc , etc , etc .

    2. Parcerias para obtenção de Receitas ou serviços a preço reduzido, ou rendimentos em espécie.
    2.1. Equipamentos Desportivos
    2.2. Transportes
    2.3. Fornecimentos diversos
    2.4. Protocolos com Estabelecimentos de Ensino
    2.5. Protocolos com Juntas de Freguesia
    2.6. Protocolos com Empresas
    Etc Etc Etc
    Isto é um exemplo do que a Direcção deveria fazer e que não faz porque não sabe e nem quer fazer, é mais fácil manter tudo como está.


  10. AS-SUB40 Says:

    Belo projecto para o SCS.
    Haja vontade dos Salgueiristas e condições para o levar avante.

    Magalhães, tenho uma pergunta a fazer acerca dum termo que colocaste; o que quer dizer NAMING?

    PARABÉNS AOS MALUCOS E MALUCAS QUE DESDE 1985, QUER FAÇA SOL, CHUVA, FRIO OU CALOR; EM QUALQUER RECINTO DESPORTIVO ONDE O NOSSO SCS JOGUE, O APOIAM ATÉ QUE AS GARGANTAS DOIAM.
    PARABÉNS ALMA SALGUEIRISTA!!!


  11. PM Says:

    Naming é um contrato de publicidade em que se cede o nome por exemplo das instalações.
    Ha muitos exemplos disso, em que os clube tem o nome do estadio associado a uma empresa, o bayern por exemplo, o nome do estadio é allianz arena devido à empresa ou o do PSV que é da philips.
    Mas local tens o exemplo do porto com o vitalis park ou o caixa futebol campus que é o centro de estagio do benfica.
    Alguns pontos que o Magalhães disse, com todo o respeito, acho dificeis de executar, este é um deles, pelo menos enquanto andarmos por estas divisões.


Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.


  • PRóXIMO JOGO

    SCS08 x NOGUEIRENSE
    SAB., 15 FEV. 15:00
    EST. PADROENSE



    COMENTÁRIOS

    ETIQUETAS